Melasma: saiba o que é e como tratar 1

Melasma: saiba o que é e como tratar

Melasma é um distúrbio da pigmentação da pele, caraterizado pelo aparecimento de manchas acastanhadas.

O melasma se apresenta com manchas em formatos irregulares, que se localizam principalmente na face (bochechas, buço, testa, nariz e queixo), podendo acometer também áreas extra-faciais como antebraços.

Afeta mais frequentemente as mulheres devido aos hormônios femininos, mas pode ser vista também em homens.

Não existe uma causa definida, mas muitas vezes esta condição está relacionada ao uso de anticoncepcionais femininos, à gravidez e, principalmente, à exposição solar.

Estima-se que até 75% das gestantes e até 35% das mulheres em tratamento com anticoncepcionais são afetadas pelas manchas escuras.

Cerca de 90% dos casos de melasma ocorrem em mulheres e ele é mais comum nas pessoas com pele morena. Embora no Brasil, devido à miscigenação, é observado esse tipo de mancha também em pessoas de pele muito clara.

Nas grávidas, as alterações hormonais típicas do período predispõem ao problema.

O dermatologista é o profissional indicado para diagnosticar e tratar o melasma.

Para evitar manchas na pele, é fundamental o uso de um bom fotoprotetor, com FPS 30, diariamente, independentemente da época do ano. Ele ajuda no clareamento das manchas e na prevenção de aparecimento de novas manchas. Sem filtro solar, não há tratamento de manchas!

Além do fotoprotetor é imprescindível usar proteções “físicas” como bonés e chapéus com abas largas e óculos solares. Vale lembrar que os cuidados com a fotoproteção devem começar na infância, uma vez que nossas células tem memória para sol que tomamos no passado.

Existem diversos procedimentos para o tratamento das manchas!

Alguns cremes são formulados com substâncias, tais como hidroquinona, ácido glicólico, retinóico, kójico, fítico, azeláico e mandélico, que podem inibir a produção de melanina pela pele e estimular a renovação celular, favorecendo o clareamento das manchas.

Os peelings são boas opções para clarear a pele de forma gradual. Existem diversos tipos sendo alguns mais superficiais e outros que atingem camadas mais profundas da pele.

O laser qswitched Nd-yag 1064nm também pode ser usado para tratar o melasma. Em média, são indicadas de duas a seis sessões e os resultados podem ser visualizados a partir da primeira sessão. Recomenda-se acompanhamento dermatológico regular, bem como, a associação com medicamentos orais e cremes para manutenção dos resultados.

O melasma não tem cura, mas tem controle. Por melhores que sejam os resultados dos tratamentos realizados, se não houver prevenção, as manchas podem voltar.

 

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *